Snatch é renovada para segunda temporada e terá experiência em realidade virtual

22 de abr de 2017
O Crackle anunciou na última quarta (19) que Snatch será renovada e teremos então uma segunda temporada da série!



A segunda temporada está prevista já para 2018 e além disso, o serviço de streaming tem planos para lançar em breve um bônus em realidade virtual, exclusivo para PlayStation VR.

"Rupert, Luke e o restante do elenco criaram personagens memoráveis ​​que realmente fizeram sucesso com os nossos espectadores, e estamos ansiosos para seguir com suas aventuras na 2 ª temporada de Snatch", disse Eric Berger, que é o vice presidente executivo do Crackle.

De acordo com Crackle, Snatch é o seu roteiro original mais visualizado até agora. A série se concentra em um grupo de jovens trapaceiros que tropeçam em uma carga de ouro roubado e são subitamente inseridos no mundo do crime organizado.

Durante a experiência de VR, os ladrões tentam invadir o cofre de Sonny Castillo (Ed Westwick) e podem optar por continuar quebrando o cofre ou fugir antes que os policiais e os capangas de Castillo entrem em cena.

Snatch é estrelado por Rupert Grint, Luke Pasqualino, Lucien Laviscount, Dougray Scott, Phoebe Dynevor e Juliet Aubrey.

O Crackle Brasilnos confirmou que a série será transmitida no Brasil, no entanto ainda não divulgou nenhuma data para estréia.


Um vaso sanitário japonês foi a extravagância mais recente do Rup

6 de abr de 2017

O MiNDFOOD conversou com o Rupert para saber o que ele tem feito, se ainda está dirigindo uma van de sorvete, sobre a série Snatch e muito mais. Segundo o portal, Rup manteve seu incrível senso de humor desde a última entrevista, ainda na época de Harry Potter. Confira!



Faz muito tempo desde a última vez que o vimos. Você pode me atualizar desde seus dias de Harry Potter?

A vida tem sido muito boa. Terminar Harry Potter foi um grande momento para mim. Foi uma parte enorme e significativa da minha vida, 12 anos, e ter que parar de repente, levou algum tempo para me adaptar. Mas acho que terminou no momento certo. Eu estava pronto para seguir em frente. Então, eu tenho tentado recuperar coisas que perdi. Por estar em um ambiente de trabalho muito adulto em uma idade tão jovem, era bastante propício a não fazer nada. I realmente gostava daquilo. Viajei um pouco, fiz alguns filmes independentes, explorei o teatro. Eu fiz uma peça em Londres e uma peça na Broadway e aprendi muito com isso. Eu sempre fui muito descontraído, um pouco filosófico sobre tudo e meio que apenas seguindo o fluxo.

Qual coisa que você faz agora que não podia fazer quando filmava Harry Potter?

Cortei meu cabelo de verdade! Eu nunca tive qualquer controle do meu cabelo durante esses anos (risos). O corte sempre tinha que ser o que era o certo para o Rony, foi muito bom viver um pouco.

Na versão do filme Snatch muitas pessoas não conseguiam entender o que os personagens falavam. É a mesma coisa na série?

Sim (risos) você definitivamente vai precisar de legendas.

Há muita pressão para manter-se alinhado ao filme?

Há muita pressão quando você está fazendo algo assim. Quando um filme é tão amado, especialmente na Inglaterra, tão apreciável e todo mundo é tão fã, há uma enorme pressão para fazer tudo certo.

Harry Potter fez você muito rico, mas havia um lado negativo?

Já pensei muito nisso. Não, eu não acho que havia. Não me arrependo de nada. Obviamente, foi um sacrifício enorme, mas acho que não pensei nisso. Eu tinha 11 anos, concordava em fazer aquilo e você não pensa sobre o que isso realmente significa, e não sabíamos onde ia chegar. Você assina um contrato para 2 filmes e os livros eram populares, mas percebíamos o que isso ia significar para nossa vida, acho. Eu acho que há um sacrifício em não passar despercebido nunca, que é algo que você acaba aceitando. Isso foi meio que uma luta. Sair é uma coisa que não dá pra esconder. Todo mundo sempre é muito legal e gentil comigo, mas, sim, às vezes seria bom ser um pouco anônimo.

Snatch é sobre roubar. O que você já roubou na vida real?

Quando eu era mais novo roubei a coisa mais estranha. Eu roubei uma escova de cabelo (risos). Lembro de sentir que era uma espécie de emoção. Posso compreender a atração.

Por que uma escova de cabelo?

Eu não sei (risos) porque eu nunca escovo meu cabelo. Foi um impulso. Era do supermercado Woolworth.

Você pegou alguma coisa do set de Harry Potter?

Peguei. Foi vergonhoso, mas sim, no último dia eu peguei o número da casa em Privet Drive, a casa do Harry. Ttive que desparafusar com uma pedra (risos).

O que você gosta de assistir na TV?

Eu gosto de Stranger Things. Amei The OA. Fazer maratonas para assistir é empolgante.

Eu estava lendo que você é um grande fã de música. Você está em uma banda?

Quem me dera estar em uma banda (risos). Minha irmã está em uma banda e assisto aos shows. Eu toco um pouco de guitarra, mas eu não sou bom de jeito nenhum. Já tentei tantos instrumentos diferentes. Tentei o acordeão, saxofone, mas nunca fui capaz de dominar qualquer um deles. É um talento único.

Você comprou uma van de sorvete quando terminou Harry Potter. Você ainda a tem?

Tenho sim. Eu aprendi a dirigir naquele carro. Não é o veículo mais prático do mundo para dirigir no dia a dia, mas, sim, ainda tenho e no último dia de filmagem de Harry Potter eu a levei aos sets e servi sorvete para a equipe. Sim, eu que coloquei os sorvetes, é uma baita técnica colocar a voltinha perfeita, fico muito orgulhoso disso (risos).

O que levou você a comprar a van de sorvete?

Ter a van de sorvete sempre foi um sonho meu. Nem sempre quis ser ator. Na verdade nunca passou pela minha cabeça. Queria mesmo era ser sorveteiro (risos). Pensei que seria um trabalho perfeito (risos). Então comprei a van e aprendi a dirigir nela. Eu ainda tenho e é linda.

Foi assim que conheceu sua namorada?

Não. Não conheci minha namorada servindo sorvete (risos)

Qual é a sua relação com o dinheiro?

Eu tenho uma relação muito estranha com o dinheiro, porque eu tinha 12, 13, quando eu comecei a ganhar. Então nunca soube o valor dele e comprei lhamas e um aerodeslizador. Fui um pouco louco.

Uma lhama?

Eu tive algumas lhamas, sim (risos). Não as tenho mais. Elas eram ótimos. Sim, eu tinha uma espécie de pequena fazenda de criaturas diferentes, tartarugas gigantes, micro porcos.

Qual a sua extravagância mais recente?

Agora que sou um pouco mais velho são coisas mais sem graça. Coisas do tipo aspiradores de pó. E eu tenho um vaso sanitário muito bom (risos). É um daqueles japoneses. É muito legal.

Você não mudou da categoria van de sorvete para caminhão de bombeiros?

(Risos) Eu olhei uns caminhões de bombeiros, na verdade, mas eles são muito grandes. Acho que precisa de uma licença especial, procurei saber. Tenho um carro agora. Uma Range Rover Sport normal.

Como Rupert investe sua fortuna?

23 de mar de 2017
Hoje com 28 , Rupert começou a trabalhar aos 11 anos de idade na franquia Harry Potter, que durou uma década. O site Barron’s, especializado em notícias sobre finanças e investimentos, conversou com ele sobre a fortuna que arrecadou. Rupert contou que o dinheiro o faz sentir um pouco desconfortável.


“Acabei de comprar uma casa nova, estava em apartamento até recentemente. Uns móveis e um cachorro também. Estou ficando mais independente em termos de dinheiro.”


Confira:

Rupert, você ganhou o bilhete da loteria para atores infantis e acumulou enorme riqueza em uma idade muito jovem - esse dinheiro que entrou muito cedo na sua vida influenciou na sua identidade?

Tenho um relacionamento estranho com o dinheiro, acho, porque eu estava ganhando dinheiro em uma idade muito jovem, e eu realmente não compreendia isso. Então sempre mantive um relacionamento bastante distante dele. Eu realmente não lido com isso, não estou com as mãos nele. É bizarro saber o que fazer com esse dinheiro, especialmente naquela idade. Sempre me pareceu muito dinheiro, de certa forma.

Esse dinheiro ficava guardado?

Sim. Mais ou menos trancado. Meus pais são meio que zeladores. Passei por uma fase em que eu estava comprando só coisas ridículas. Porque essa fortuna chegou de repente - eu tinha 11 anos. Eu comprei uma van de sorvete - sempre foi um sonho meu - uma coleção de animais estranhos. Era um pouco da Terra do Nunca, de certa forma.


Isso foi uma reação por ter tanto dinheiro?

Não sei. É estranho. Na verdade isso [dinheiro] não me motiva mais. Não é algo que em que realmente penso. Nem sequer sei a quantia inteira.


Você contratou um consultor financeiro?

Tenho bons contadores. Meu pai tem sido muito prático com isso. Propriedade - Eu tenho um grande investimento agora. Acho que parece ser um lugar seguro [para se investir]. Sempre arrisquei pouco com esses tipos de coisas.

Quem te aconselhou a investir em propriedades?

Deixei meu pai lidar com isso. Acho que é importante que você possa ter alguém que está completamente do seu lado. É por isso que eu confio tanto no meu pai. Só gasto dinheiro ocasionalmente. [risos]

Se você e Daniel Radcliffe almoçarem, quem pagaria a conta?

Não sei. É sempre complicado. Isso é uma coisa muito britânica, acho. Você sempre quer pagar, não é? Acho que o dividiríamos. A última vez que jantamos, não me lembro quem pagou!

Príncipe da Disney? Veja o que ele pensa sobre isso

22 de mar de 2017
Você já pensou se o Rupert pudesse fazer parte da realeza da Disney?
O USA Today fez essa pergunta para ele.



Emma Watson está maravilhosa no papel da Bela, no live-action do clássico A Bela e a Fera. Mas o Rupert, que atualmente está na pele de Charlie Cavendishm em Snatch, não sabe bem se ele se encaixaria em um papel de príncipe da Disney.

“Não sei se eu me encaixaria nesse mundo, mas aposto que é algo divertido de se fazer”, contou. 

 

Além disso, ele disse que não ficaria entusiasmado com os regimes e ginásticas que interpretar um príncipe da Disney exigiria. "Eu não acho que conseguiria fazer isso", brincou.

Rupert contou que ainda não assistiu ao novo filme com sua colega, mas está ansioso para isso!

Além de filmes da Disney, Grint disse que interpretar "personagens arrojados" era mais atraente do que homens importantes. "Acho que é mais fácil se libertar neles", disse ele.

Após uma década comprometido com Harry Potter, Rupert não está buscando outro compromisso de longo prazo nas telas.

“Isso sempre me atraiu, esse tipo de personagem de curta duração. [Por isso] TV é muito interessante de se fazer, é muito mais divertido, porque em um filme você não tem oportunidade, de verdade, para desenvolver o personagem em um período tão grande de tempo, e com um série você pode destrinchar algo bem interessante”, contou.


Conheça os 25 fatos que o Rupert listou sobre ele

19 de mar de 2017
O US Weekly publicou  o "25 coisas que você não sabe sobre mim" com os fatos que Rupert listou sobre ele mesmo.

Confira!

1. Consigo esculpir quase qualquer coisa num giz de cera: William Shakespeare, a Estátua da Liberdade, Gordon Ramsay usando um fez (chpaéu turco).

2. Eu sou definitivamente uma criatura noturna. Não sou nada matinal.

3. Venho usando um boné de beisebol com olhos bordados na frente. Isso tem assustado as pessoas.



4. Eu gosto de chapéus. Foi uma das minhas primeiras ambições, ser um designer de chapéus.

5. Não consigo dizer as horas em relógios analógicos. O propósito do ponteiro grande e do ponteiro pequeno nunca entrou na minha cabeça naturalmente.

6. Eu nunca experimentei esportes radicais, e considero correr distâncias curtas um esporte extremo.

7. Sou um embaixador para a caridade infantil Starlight.

8. Meus guilty pleasures são pizza da Costco e assistir The Joy of Painting with Bob Ross.

9. Queria ser um sorveteiro quando era mais jovem. Então, quando eu finalmente fiquei velho o suficiente para tirar minha carteira de motorista, comprei um caminhão de sorvete. Em contrapartida, ele não era o primeiro veículo mais prático que alguém poderia ter.

10. Carreguei a tocha nos Jogos Olímpicos de Londres 2012. E agora eu uso para guardar canetas.



11. O papel de parede do celular é uma pintura do meu cachorro.

12. Meu cachorro foi nomeado Audrey II por causa do Little Shop of Horrors.

13. Eu roubei o número da porta da casa do Harry Potter em Privet Drive.

14. Meu apelido costumava ser "Poop" porque soa como "Rupe". [Poop = cocô em português]

15. Meu artista favorito é David Shrigley.

16. Meu amuleto da sorte é uma carteira de motorista falsa da Cher.


17. Quando eu tinha 5 anos, minha escola me pediu para escrever ao magnata da mídia Rupert Murdoch para pedir uma doação para consertar a piscina [da escola], segundo sua lógica, como nós compartilhamos um primeiro nome, ele se sentiria mais pessoalmente tocado. A piscina nunca foi consertada.

18. Meu livro favorito é Rant, de Chuck Palahniuk.

19. Gosto de assistir filmes de Bollywood.

20. Minha música favorita no karaokê é qualquer uma do Oasis.

21. Meus programas de TV favoritos são Brass Eye e The OA.

22. A melhor coisa que tenho é uma chaleira musical da Alessi.

23. Enquanto eu filmava Snatch em uma rua na Inglaterra, um cara me deu um pacote de cinco meias que ele mesmo produziu.

24. Quero visitar o Canadá para ver um narval. Eu não vou ter certeza que eles existem até eu ver um. [O narval é uma baleia dentada de tamanho médio e o animal com os maiores caninos no planeta]

25. Eu não consigo dançar. Meu corpo não deixa.